05 dezembro 2016

[Resenha] Qualquer Gato Vira-Lata tem uma Vida Sexual mais Sadia que a Nossa



Sinopse: Baseado no texto de Juca de Oliveira, sucesso nas décadas de 90 e 2000, Bibi Ferreira traz atualidade e os problemas jovens com relacionamentos nesta peça. Aqui encontramos a história de Tati (Monique Alfradique), uma jovem universitária apaixonada, que está tendo dificuldades com seu namorado Marcelo (Emiliano D'Avila), e busca a ajuda do professor de biologia, Conrado (Marcos Nauer). Os dois tentam comprovar que a tese de Conrado está certa: Que todo gato vira-lata tem uma vida sexual mais sadia que a nossa. 

O que eu achei: Você já deve estar se perguntando se (talvez) você já escutou sobre a mesma história em algum lugar. A resposta é sim! O mesmo texto teatral foi adaptado para os cinemas com participação de Cléo Pires, Dudu Azevedo e Marcelo Serrado.

Apesar do atraso de quase meia hora do espetáculo, valeu a pena esperar. O palco é simples, sempre ambientado no apartamento de Tati, que vai se transformando ou no quarto de Marcelo, ou em um restaurante, ou em um bar tipicamente carioca. Você também conta com interação completa dos atores com o cenário e com o público. 

As atuações são muito bem feitas e muito bem assimiladas com a atualidade do roteiro, que assume características do nosso agora, e não de cerca de 20 anos atrás. Monique, Emiliano e Marcos conseguem criar um trio ótimo para a comédia (Na verdade, ri muito mais com as situações que a Tati fazia para os dois) e que conseguem manter uma sintonia muito boa em cena. 

Além do atraso, foi perceptível um problema no som, lá no começo da peça. Quando Tati e Marcelo abrem a primeira cena, você nota que os efeitos sonoros estão muito mais altos que a voz dos próprios atores. Fora isso, só tive que rir muito e apreciar mais ainda as lições que os três faziam acontecer em cada fala e em cada momento da peça. 

Agradecimento: Teatro Raul Cortez. 




30 novembro 2016

[Sorteio] Sorteio entre blogs


  Então é Natal! Tudo bem que ainda falta exatos 24 dias para o Natal, mas queremos adiantar a entrega dos presentes.
  Em parceria com o blog Desconexão Leitura, iremos sortear um exemplar do livro Dama da Meia-noite com direito a alguns mimos.
  Para participar basta seguir as regras abaixo:

- Seguir o blog Reino Literário BR pelo GFC

- Curtir a página Frases de filmes, livros, séries e tal no facebook

- Seguir o blog Desconexão Leitura pelo GFC

- Curtir a página do Desconexão no facebook

Preencher o formulário abaixo e colocar seu email nos comentários:
                   

Obs:

- Seguir todas as regras acima.
- O envio do prêmio será efetuado até 30 dias após o contato do vencedor.
- Qualquer extravio dos correios não e de responsabilidade dos blogs.

Boa sorte!

29 novembro 2016

[Crítica] A luz entre Oceano


Sinopse:
Na Austrália, depois da Primeira Guerra Mundial, Tom Sherbourne (Michael Fassbender) é um homem trabalha em um farol ao lado sua esposa, Isabel Graysmark (Alicia Vikander). Um dia, eles encontram dentro de um barco um cadáver e um bebê de dois meses de idade. O casal pensa inicialmente em avisar a polícia, mas depois decidem que este foi um presente de Deus, e passam a cuidar da criança. Muito tempo mais tarde, quando fazem uma viagem, eles descobrem que tomaram a decisão errada.

O que eu achei?
O filme conta a história de Tom, um ex combatente da 1ª Gerra Mundial que chega numa pequena cidadezinha na Austrália apara cobrir as férias de um faroleiro, uma pessoa que trabalha num farol. Ao chegar na cidade conhece a família Graysmark e se encanta com a filha Isabel, moça do interior criada dentro dos moldes e culturas locais.

Tom como forma de trabalho tem que ficar 3 meses isolado em uma pequena ilha, mantendo o farol sempre em funcionamento, quando retorna a cidade após 3 meses reencontra Isabel que se convida para um piquenique com ele a margem de uma paisagem incrivelmente linda. Isabel é uma moça encantadora "sem papas na língua", enquanto Tom é um viúvo e solitário que leva a vida sem expectativas, como pólos totalmente distintos e divergentes se atraem e logo vemos surgir um encantamento entre eles.
Assim que termina o piquenique, Isabel se convida para visitar o farol e é informada que apenas o faroleiro e sua esposa podem conviver naquela ilha, Isabel informa que gostaria de ser esposa de Tom. A partir daí, surge uma relação bonita e duradoura, munida de sentimentos e promessas em cartas e após um certo período de tempo se casam, assim que Tom retorna de 3 meses de trabalho.

Tom que teria um emprego temporário ganha a vaga de forma integral e seu contrato estendido e poderá formar sua família com Isabel. Quando Tom não achava mais ser possível reencontrar o amor, ele encontra em Isabel a vida que lhe faltava. Eles tinham tudo para ser uma família perfeita, mas Isabel sofre de abortos espontâneos e após seu segundo aborto, surge uma luz no fim do túnel: um barco à deriva onde tem 2 ocupantes: um pai já morto e uma criança com poucos meses. 
Isabel implora e convence Tom a ficar com a criança, e assim eles criam Lucy como sua filha, dando amor, carinho e a vida deles se torna perfeita até o dia que Tom descobre a mãe biológica de sua filha. Tom será capaz de passar por sima de toda a moral que conhece e continuar com sua família? Será que o amor pode conviver bem com a culpa? 

Um filme tocante, repleto de paisagens lindas, diálogos incríveis e com destaque impressionante para a atuação de Alice Vikander e Michael Fassbender, onde vemos em olhares, gestos e formas de afeto em perfeita sintonia. Um roteiro maravilhoso e com um final surpreendente.

Trailer:







28 novembro 2016

[Resenha] Depois daquela montanha


Sinopse:
O Dr. Ben Payne acordou na neve. Flocos sobre os cílios. Vento cortante na pele. Dor aguda nas costelas toda vez que respirava fundo.
Teve flashes do que havia acontecido. Luzes piscavam no painel do avião. Ele estava conversando com o piloto. O piloto. Ataque cardíaco, sem dúvida.
Mas havia uma mulher também – Ashley, ele se lembra. Encontrou-a. Ombro deslocado. Perna quebrada.
Agora eles estão sozinhos, isolados a quase 3.500 metros de altitude, numa extensa área de floresta coberta por quilômetros de neve. Como sair dali e, ainda mais complicado, como tirar Ashley daquele lugar sem agravar seu estado? À medida que os dias passam, porém, vai ficando claro que, se Ben cuida das feridas físicas de Ashley, é ela quem revigora o coração dele. Cada vez mais um se torna o grande apoio e a maior motivação do outro. E, se há dúvidas de que possam sobreviver, uma certeza eles têm: nada jamais será igual em suas vidas.


O que eu achei? 

O livro é narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista do cirurgião ortopedista Ben Payne. O livro se inicia com a perspectiva de um homem que acaba de sofrer um acidente, e que fica indo e voltando entre perda e volta de sua consciência, em seguida somos envolvidos por momentos que antecederam um acidente de avião. A partir daí conhecemos Ashley e Groove, outro passageiros do voo.

Ashley é uma jornalista que escreve sobre bastidores, um pouco do mundo da fama, alta com seus cabelos curtos e sofisticada, Ben se encanta a 1ª vista, mesmo sendo casado desenvolve uma conversa animada com ela. Um encontro com o acaso , onde ambos aguardam a  liberação de voo, em meio a uma tempestade de neve. Logo descobrem que os voos demorarão muito para sair, atrasando suas vidas, enquanto Ben quer chegar em casa atempo de passar um tempo com sua esposa antes da próxima cirurgia, Ashley tem que ir de encontro a seu noivo, pois seu casamento se aproxima. 
Quando tudo parecia interferir para que os planos de ambos não seguissem, Ben conhece Groove um piloto autônomo que leva "um bolo" de seus clientes, fazendo com que Ben tente de uma outra forma chegar em casa. Assim que fecha o acordo com Groove, Ben procura Ashley e oferece um lugar no avião, ela mais do que rapidamente aceita, se somente se ele aceitar dividir as despesas. 
Durante o curto trajeto do avião, os três conversam sobre animosidades da vida, e cada qual fala sobre o amor de sua vida, até que de repente entre uma conversa e outra, eles são surpreendidos pelo mal súbito do piloto e caem com o avião, após baterem em uma montanha.

Ben terá que suportar o impossível e agir para cuidar das necessidades mais básicas de Ashley que teve uma fratura na perna. A partir deste momento temos um Ben disposto a fazer todos o possível pela sobrevivência de ambos, em nenhum momento do da, ele pensa em deixar Ashley para trás. 
Numa temperatura degradante onde horas e das terão que ser contadas aos poucos, e tudo é questão de sobrevivência, ambos vão sobrevivendo a base de café e um monte de frutas secas nos primeiros dias. Os dias são longos e dolorosos, pois assim como Ashley, Ben se machucou na queda do avião, como médico suspeita ter machucado as costelas. Em meio a estas dificuldades e com um humor atípico, Ashley vai superando suas dores, sejam internas, físicas ou a de não ter podido casar. 
Passam- se dias até que Ben toma a decisão de sair de seu refúgio, bem próximo a queda do avião e se arriscar, a partir daí começa uma nova jornada, aos poucos Ben vai caçado e alimentando ele, Ashley e o cãozinho que sobreviveu ao acidente junto com eles. O relacionamento entre Ben e Ashley é do tipo médico e paciente, e eles se completam entre a razão e a emoção.

O livro é narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Ben, horas vemos ele totalmente envolvido em sua convicção de sobreviver, horas achando que não conseguirá. É uma das melhores leituras do ano, Charles Martin é uma grata surpresa no que se trata de romance e aventura, detalhista nos mínimos detalhes, surpreendeu- me de forma positiva e deu um final muito além de minhas expectativas.



27 novembro 2016

[New] 5 Séries Originais Netflix que assisti


Oi querido leitores deste Reino, ainda não comecei escrever sobre as minhas séries prediletas da vida, maaaas esta aqui foram um achado e tanto, tenho inúmeras outras séries para escrever, mas vou apresentar estas.

Stranger Things
Sinopse:
Ambientada em Montauk, Long Island, conta a história de um garoto que desaparece misteriosamente. Enquanto a polícia, a família e os amigos procuram respostas, eles acabam mergulhando em um extraordinário mistério, envolvendo um experimento secreto do governo, forças sobrenaturais e uma garotinha muito, muito estranha.

O que eu achei? 

Uma série extremamente original e feita para fãs da década de 80, com um enredo perfeitamente coerente e cada cena é incrivelmente bem produzida. Destaques para atuação impecável de Winona Ryder e as crianças envolvidas.


Trailer:

Sense8


Sinopse:
Grupos de pessoas ao redor do mundo que estão ligadas mentalmente, e precisam achar uma maneira de sobreviver sendo caçados por aqueles que os veem como uma ameaça para a ordem mundial. 

O que eu achei? 

Sense8 é uma série incrível em que fui convencida a assistir, com uma "pegada" totalmente nova e moderna, abrange facilmente algumas opções sexuais e tem cenas de sexo dignas de um filme Hot. Certamente se você ainda não viu, veja, mas livre de preconceitos e seja envolvido por uma trama de mistério, ação e sexo. 


Trailer:


The Crown

Sinopse:
A trama é focada nas audiências semanais realizadas entre a rainha Elizabeth II e os primeiros-ministros ingleses, de 1952 até os dias de hoje. O roteiro foi escrito por Peter Morgan (A Rainha) e Stephen Daldry (As Horas). Baseado na peça The Audience, encenada por Hellen Mirren.

O que eu achei? 

Quem me conhece sabe que não sou lá muito fã de história e geografia, e fui assistir The Crown com pezinho atrás, mas certamente temos uma atriz extremamente talentosa que nos faz ver as dificuldades que a monarquia enfrentou. Certamente será uma aula de história sobre o início do reinado da rainha Elizabeth.

Trailer:

The Fall

Sinopse:
The Fall acompanha a Detetive Superintendente Stella Gibson (Gillian Anderson). Ela é trazida para auxiliar a Polícia Metropolitana de Londres, quando um assassinato em Belfast torna-se arquivo morto. O caso é sobre um assassino que gosta de atacar jovens mulheres profissinais da cidade, e Gibson corre contra o tempo com seu novo time, para conseguir encontrar o responsável pelas mortes antes que ele ataque novamente. 

O que eu achei? 


Pense numa trama envolvente com personagens cativantes e um assassino cruel e sádico, lindo e em ótima forma... pensou? Pois esta é a série, eu sou super fã de séries e filmes com assassinos e mortes estranhas, então The Fall é uma dica imperdível para fãs de suspense e ação. Ah e tem Jamie Dornan no seriado, mais um ótimo motivo para assistir.
The Killing

Sinopse:
Em Seattle, a detetive Sarah Linden (Mireille Enos) está em seu último dia de trabalho, antes de partir com seu filho, Jack (Liam James), para encontrar seu noivo em Sonoma. O substitúto de Sarah, Detetive Stephen Holder (Joel Kinnaman), está pronto para assumir o cargo, quando eles atendem a uma chamada de um policial em carro de patrulha, que encontrou um casaco manchado de sangue em um campo. O corpo da garota desaparecida, Rosie Lauren, é encontrado no porta-malas de um carro registrado no comitê de campanha do vereador Darren Richmond (Billy Campbell), que está concorrendo a prefeito. Linden, então, adia a sua partida, supostamente por uns dias, até que o caso seja resolvido. 

O que eu achei? 


Essa série é tão incrível que você não vai conseguir largar, ela lembra um filme ininterrupto, cada episódio finaliza de uma forma que te leva a assistir o próximo. Cada temporada é focada em um assassinato e na busca de uma detetive em descobrir o assassino, intercalando momentos de investigação e de problemas pessoais de quem investiga os casos. Se ainda não viu nenhum episódio, por favor assista e se surpreenda!


Então é isso pessoal, espero que tenham gostado. Em breve escreverei sobre cada série separado.
Beijinhos. xxx


23 novembro 2016

[Crítica] Cães de Guerra

Sinopse:
Após uma experiência mal sucedida em fazer negócios com o governo, dois amigos (Miles Teller e Jonah Hill) moradores de Miami Beach, que levam uma vida tranquila e que só queriam dinheiro para sustentar seu vício em maconha, descobrem que existe um mercado ilícito em expansão com a venda de armas para o exterior. Ao fechar um contrato de 300 milhões de dólares, eles terão de ir para o Afeganistão acompanhar a explosiva transação pessoalmente.

O que eu achei?
Qual seria sua resposta se tivesse a chance de receber 300 milhões de dólares, de uma forma totalmente legal? A unica coisa, você vai estar vendendo armas para o exercito dos EUA no Afeganistão.

Baseado em uma historia real, a narrativa do filme apresentada ao publico pela perspectiva do nosso personagem principal David Packouz, nos mostra a trajetória do jovem David, um tipico massagista de endinheirados em Miami Beach, que tem sua vida mudada literalmente, quando se torna um traficante de armas, apos re-encontrar um velho amigo de infância que não via a muitos anos.

Efraim Diveroli era um novo homem, um homem de negócios. No ramo de venda de armas para o governo americano, através de leiloes de contratos que são disponibilizados para empresas de pequeno porte. Dessa forma que ele fazia dinheiro, e estamos falando de muito dinheiro queridos leitores. David recebe um convite inesperado para ir trabalhar em parceira com seu melhor amigo, mas a duvida o corrói, afinal sua namorada, uma ativista totalmente contra qualquer tipo de guerra e armas, não iria apoia-lo, e ele mesmo era totalmente contra a guerra, e se ele acabasse por aceitar, estaria colaborando para mortes em todo o oriente médio.

Ao descobrir sua namorada gravida, David acaba por aceitar o convite de Efraim, e os dois realmente se entregam de corpo e alma a empresa. Mas a mentira nunca foi e nunca sera uma boa alternativa, ao decorrer do filme, iremos descobrir as consequências da mentira que David teve que contar para que conseguisse a aprovação de sua namorada.

O filme nos traz uma mensagem moral muito clara, e que realmente devemos levar em consideração, pois muitos de nos podemos acabar por nos encontrar na mesma situação que David estava, com uma vida que achamos fracassada e com a oportunidade de subir e melhorar de vida.

Lições muito importantes que aprendemos nesse filme

- Nunca deixe de pagar seus fornecedores.
- Nunca acredite totalmente no seu sócio, se garanta
- Mentiras são uma excelente forma de se acabar um relacionamento. Va em frente, e ficar solteiro estará garantido.

Num âmbito geral, o filme tem uma narrativa incrível, com atuações muito boas.
Risadas garantidas do começo ao fim do filme, com pitadas de tensão ao decorrer do mesmo.
Vão, assistam e deem muitas risadas, pois o filme vale muio a pena.

Trailer:


22 novembro 2016

[Texto] Poema de Katharina para Patrick em 10 coisas que odeio em você

Eu e muitas mulheres que tiveram sua adolescência repleta de filmes clichês e fofos, tipo sessão da tarde, somos apaixonadas por este filme, então decidi registrar o poema no blog e um quote fofo.
"Eu odeio a maneira como você fala comigo
E a maneira como corta o cabelo
Eu odeio o modo que dirige o meu carro
Eu odeio quando você fica encarando
Eu odeio os seus grandes coturnos
E a maneira como você lê a minha mente
Eu te odeio tanto que me dá nojo
E até me faz rimar
Eu odeio que você esteja sempre certo
Eu odeio quando você mente
Eu odeio quando você me faz rir
E ainda mais quando me faz chorar
Eu odeio quando você não está por perto
E o fato de não ter me ligado
Mas acima de tudo eu odeio o fato de que não te odeio
Nem um pouco, nem de perto, de modo algum".


Ain eu realmente amooo este filme... 💕💔💓


21 novembro 2016

[Resenha] Esc@ndalo

Sinopse:
Amelia Wilkes tem um pai rigoroso que não permite que ela namore, mas isso não a impede de viver um romance secreto com o cativante Anthony Winter. Desesperadamente apaixonados, os dois sonham uma vida juntos e planejam contar tudo sobre seu amor aos pais de Amelia... Mas só depois que ela completar dezoito anos — e for legalmente reconhecida como adulta. No entanto, a paixão do casal é exposta mais cedo do que o previsto... Eles são jovens, andam grudados aos seus celulares e postam todo tipo de informação — inclusive aquelas informações mais particulares, que só deveriam dizer respeito a eles mesmos — até que o pai de Amelia encontra fotos de Anthony, nu, no computador de sua filha. Poucas horas depois, Anthony é preso. Apesar dos protestos de Amelia, seu pai usa de todo o poder e influência entre os policiais, e entre os meios de comunicação, para transformar Anthony em um pervertido que caçava sua inocente filha. De mãos atadas, cabe aos dois apaixonados arriscar uma última saída, ousada e perigosa, e apagar a acusação de sexting que Anthony recebeu.

O que eu achei?
A história conta o amor entre Anthony e Amélia, dois jovens que se apaixonam e, por Amélia ter uma família muito complicada, resolvem manter esse romance em segredo. No último ano antes de entrarem na faculdade o casal começa a montar um futuro juntos mas, como já está escrito na capa do livro, essa é uma história de Romeu e Julieta nos tempos atuais, então nada poderiaser simples, certo? Os planos do casal acabam não saindo como o esperado e o romance dos dois gera consequências que você jamais imaginaria que um simples namoro geraria.

Narrado em terceira pessoa, o livro conta a história dos dois através não só deles, mas também da visão de Kim (mãe de Anthony) e Harlan e Sheri (pais de Amélia). Esse é um ponto em que a escritora Therese Fowler acertou em cheio pois podemos ver diferentes visões sobre o romance deles, o que na minha opinião enriqueceu a história. O modo como o livro é dividido é interessante, além dos capítulos normais, ele também possui 4 atos, assim como em peças de teatro, o que me levou a leve sensação de estar num palco. Além disso os personagens são bem desenvolvidos e a prova disso é que eles nos trazem emoções, vai ser impossível não sentir raiva do pai de Amélia ou ficar com vontade de mandar a mãe dela tomar alguma atitude em relação aos acontecimentos.

A personagem Amélia é um exemplo de garota certinha: educada, atenciosa, que só tira notas boas e é amada pelos amigos. Algo que o pai se orgulha muito, Harlan é um pai protetor e controlador ao extremo, sempre ditando o que a filha deve ou não fazer e de certo modo ele acaba sendo o “vilão” da história. Para o pai dela, ela deve se ficar com alguém a sua altura, na visão dele, e que possa garantir uma vida luxuosa a qual ela está acostumada a ter e essa imponência do pai pode ser considerada uma referência aos pais de Julieta. Assim como a amiga de Amélia, Cameron, que acaba sendo a intermediária entre o casal, lembrando a ama de Julieta na obra de Shakespeare.
No início, o livro demorou um pouco para se mostrar interessante, por se tratar de uma história que até então parecia ser clichê e a capa não ajudou muito a mudar minha opinião. Porém, ao desenvolver dos acontecimentos e no momento em que a história de fato começa é impossível parar de ler, a cada capítulo tem um fato novo que muda tudo. Eu já não estava mais lendo um livro apenas de romance mas que também possuía um toque de suspense e foi então que comecei a entrar na história e sofrer junto com Anthony, me sentir injustiçada com Amélia e indignada com as atitudes egoístas de Harlan.

O livro, mesmo sendo fictício, é baseado em fatos reais o que me fez ficar espantada. Em nota a autora diz que seu próprio filho foi acusado de Sexting, assim como o personagem Anthony, aos 19 anos e assim surgiu a ideia para o livro Esc@ndalo. Então de certo modo podemos dizer que Kim (mãe de Anthony) possui as emoções vividas pela própria autora o que acabou aumentando meu sentimento de empatia pela personagem. Tudo isso me deixou atordoada e com mais vontade ainda de ler o livro e quando acabou ficou aquela sensação de: eu preciso de mais.

Abri esse livro esperando por um romance clichê como todos que havia lido e me deparei com um livro que me fez ler cada página freneticamente. Mesmo sendo de romance conseguiu sair da zona de conforto apresentando uma história que eu nunca tinha visto antes. Com uma narrativa poética, intensa e angustiante, Esc@ndalo conseguiu inovar no enredo e surpreender com o resultado, recomendo esse livro para todos que não gostam de romance, pois depois dele haverá grandes chances de mudarem de opinião.


20 novembro 2016

[Crítica] Elis

Sinopse:
Cinebiografia da cantora Elis Regina. O filme acompanha a adolescência da artista, com as dificuldades financeiras e os primeiros testes para ter seu talento descoberto, até a ascensão, incluindo o destaque na televisão, os envolvimentos amorosos, as controversas decisões tomadas durante a Ditadura Militar, as brigas com parceiros de trabalho e a dependência de drogas e álcool, que levaram à sua morte precoce.

O que eu achei?
O filme é a biografia de uma das maiores intérpretes da música brasileira: Elis Regina é uma jovem em busca de um sonho, que larga sua vida e família no interior do Rio Grande do Sul para tentar sorte como cantora no Rio de Janeiro.

Elis é uma menina de família do interior, responsável e que cuida de seus familiares, e vai de encontro a uma oportunidade de cantar numa peça musical, junto a Vinicius de Moraes e Tom Jobim, com pouquíssima grana em companhia de seu pai. Após seu teste, Elis é comparada a cantora de churrascaria e sai arrasada de lá,  mas o seu sonho poderia ter sido frustrado, caso ela não acreditasse no seu sonho e no seu talento.
Um certo dia, Elis encontra um anúncio no jornal para cantora numa boate no Rio de Janeiro, ao chegar lá conhece Miele e Ronaldo Boscoli, responsáveis pelo teste que terá que ser feito no dia seguinte. Durante o teste ambos "olheiros" acham que Elis é talentosa, mas que necessita se soltar e empolgar mais e propõem que ela cante na casa na noite seguinte e se todos aplaudissem de pé, aí sim ela estaria contratada, o que de fato conseguirá. Mas em meios a desentendimentos com Boscoli, Elis decide ir a São paulo "melhorar de vida" e ali de fato se encontra e todos assumem como a nova cantora e que irá criar um novo estilo musical: MPB.



Trailer:






19 novembro 2016

[New] Domingão com Bruce Willis

AÇÃO, SUSPENSE E AVENTURA NO “DOMINGÃO COM BRUCE WILLIS” NO TELECINE ACTION

Um dos maiores astros de Hollywood, Bruce Willis será homenageado no domingo, 20 de novembro, com uma sessão especial com sete filmes em sequência no Telecine Action. Na data, a partir das 10h45, o canal exibe produções de diferentes gêneros estreladas pelo ator, totalizando mais de 12 horas de programação.

O filme que abre o especial é Código Para o Inferno. Após decifrar códigos de acesso a um programa secreto da Agência Nacional de Segurança, um garoto autista (Miko Hughes) tem os pais assassinados e é perseguido por oficiais inescrupulosos do governo. O agente Arthur Jeffries (Bruce Willis) investiga o crime e decide protegê-lo, pois sabe que algo mais está em jogo.

Na sequência, às 12h50, vai ao ar Red - Aposentados e Perigosos. Frank Moses (Bruce Willis) é um ex-agente da CIA que tenta levar uma vida normal. Um dia, sua casa é atacada e, para entender por que isso aconteceu, ele precisará da ajuda dos antigos companheiros Joe (Morgan Freeman), Marvin (John Malkovich) e Victoria (Helen Mirren), todos também aposentados.

Logo depois, às 14h55, tem a ficção científica Os Doze Macacos. Um vírus letal extermina mais de cinco bilhões de pessoas em 1996. Em 2035, um dos sobreviventes (Bruce Willis) é forçado a voltar no tempo para descobrir como surgiu a epidemia e tentar reescrever o futuro.     

Em seguida, às 17h20, o Telecine Action exibe Vida Bandida. Após fugirem da prisão, os ladrões Joe (Bruce Willis) e Terry (Billy Bob Thornton) ficam conhecidos por atacarem antes os gerentes dos bancos que irão roubar. Tudo muda quando conhecem Kate (Cate Blanchett) e acabam apaixonando-se por ela. O trio volta a ser perseguido pela polícia, que considera Kate uma vítima dos dois.

O filme das 19h40 é Duro De Matar 4.0. Depois de 12 anos, John McClane (Bruce Willis) retorna para cumprir uma última missão: combater criminosos que planejam um ataque aos computadores do FBI. Ele terá que enfrentar todos os perigos para manter a segurança do sistema e evitar uma catástrofe.

Às 22h, tem Fogo Contra Fogo. Após presenciar um duplo homicídio, o bombeiro Jeremy Coleman (Josh Duhamel) é convencido pelo detetive Mike Cella (Bruce Willis) a depor contra o autor dos disparos. À espera do julgamento, Jeremy entra no programa de proteção a testemunha e, com isso, se muda para Nova Orleans. Entretanto, quando sua nova identidade é comprometida, ele deve agir por conta própria para salvar a própria vida e das pessoas que ama.

Para encerrar a sessão, às 23h50, vai ao ar o suspense O Sexto Sentido. O psicólogo infantil Malcolm Crowe (Bruce Willis) conhece Cole (Haley Joel Osment), que diz ser capaz de ver pessoas mortas. O menino, de 8 anos, tem problemas de entrosamento na escola e vive com medo. Crowe é a única pessoa com quem o garoto se sente à vontade para dividir suas questões. Por isso, desenvolvem um forte relacionamento, que desencadeia fatos surpreendentes.


Serviço:

Dia 20/11, no Telecine Action:

Às 10h45, Código Para o Inferno (Mercury Rising)
Diretor: Harold Becker. 
Elenco: Bruce Willis Alec Baldwin e Miko Hughes. 
EUA, 1998. Ação. 108 min. 14 anos. 
Esse filme está disponível no Telecine Play.

Às 12h50, Red - Aposentados e Perigosos (Red)
Diretor: Robert Schwentke. 
Elenco: Bruce Willis, John Malkovich e Helen Mirren. 
EUA, 2010. Ação. 108 min. 14 anos. 
Esse filme está disponível no Telecine Play.

Às 14h55, Os Doze Macacos (Twelve Monkeys)
Diretor: Terry Gilliams. 
Elenco: Bruce Willis, Brad Pitt e Madeleine Stowe. 
EUA, 1995. Ficção Científica. 127 min. 14 anos. 
Esse filme está disponível no Telecine Play.

Às 17h20, Vida Bandida (Bandits)
Direção: Barry Levinson.
Elenco: Bruce Willis, Billy Bob Thornton e Cate Blanchett.EUA, 2001. Ação. 122 min. 14 anos.
Esse filme está disponível no Telecine Play.

Às 19h40, Duro de Matar 4.0 (Live Free or Die Hard)
Direção: Len Wiseman.
Elenco: Bruce Willis, Justin Long e Timothy Olyphant. 
ING, EUA, 2007. Ação. 125 min. 14 anos.
Esse filme está disponível no Telecine Play.

Às 22h, Fogo Contra Fogo (Fire With Fire)
Direção: David Barrett.
Elenco: Bruce Willis, Rosario Dawson e Josh Duhamel     .
EUA, 2012. Ação. 95 min. 16 anos.
Esse filme está disponível no Telecine Play.

Às 23h50, O Sexto Sentido (The Sixth Sense)
Direção: M. Night Shyamalan. 
Elenco: Bruce Willis, Haley Joel Osment e Toni Collette. 
EUA, 1999. Suspense. 104 min. 12 anos.
Esse filme está disponível no Telecine Play.


18 novembro 2016

[New] Vigilante do amanhã- Sinopse e Trailer


Com Scarlett Johansson, ficção científica estreia no Brasil em março de 2017
O primeiro cartaz e trailer de “Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell” acabam de ser divulgados mundialmente pela Paramount Pictures, direto de um evento em comemoração ao filme, em Tóquio, no Japão, com a presença de Scarlett Johansson e do diretor Rupert Sanders. Além da dupla, o renomado ator e diretor japonês, "Beat" Takeshi Kitano, o lendário compositor do anime, Kenji Kawai, e o cultuado designer de games, Hideo Kojima também estiveram por lá, onde os fãs puderam assistir um trecho inédito do longa.

Baseado na famosa série mangá, “Ghost in the Shell”, o filme estreia em 30 de março e acompanha Motoko Kusanagi - conhecida como Major. Interpretada por Scarlett Johansson, a personagem é uma híbrida de humano e ciborgue, que lidera um esquadrão de elite: a Seção 9. Dedicada a perseguir os mais perigosos criminosos e extremistas, ela precisa aniquilar um hacker, cujo objetivo é deter os avanços da tecnologia cibernética.

Com direção de Rupert Sanders (“Branca de Neve e o Caçador”), o elenco também inclui Beat Takeshi Kitano, Juliette Binoche, Michael Pitt, Pilou Asbæk, Kaori Momoi, Chin Han, Danusia Samal, Lasarus Rtuere, Yutaka Izumihara e Tuwanda Manyimo.

Trailer:








17 novembro 2016

[Resenha] Filha da Floresta

Sinopse:
O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e criaturas encantadas, além dos sábios druidas, que deslizam pelos bosques vestidos com seus longos mantos...
Passada no crepúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era lei e a magia uma força da natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos, vítimas de uma terrível maldição que somente Sorcha é capaz de quebrar. Em sua difícil tarefa, imposta pelos Seres da Floresta, a jovem se vê dividida entre o dever, que significa a quebra do encantamento que aprisiona seus irmãos, e um amor cada vez mais forte, e proibido, pelo guerreiro que lhe prometeu proteção.


O que eu achei?
O livro Filha da Floresta pode assustar alguns leitores por suas quase 600 páginas, mas logo que a leitura começa a fluidez da narração é tão grande, que é impossível não devorar cada página ansiosamente, esperando pelo que virá a seguir na encantadora história de Sorcha.

Lembra daqueles filmes que passam e repassam na televisão no estilo fábula que misturam drama, amizade, magia, maldição, onde a mocinha é forçada a mergulhar em si mesma, entender de fato quem é, e ao final de tudo aprender uma grande lição?! Pois esta é a história da nossa heroína Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, que se verá dividida entre amores e presa por uma terrível maldição.

A história se passa na Irlanda Antiga, rodeada de magia e “mitos” reais, nela conhecemos Sorcha filha do amargo Lorde Colum, órfã de mãe, que morreu no parto, e seis irmãos mais velhos, que provavelmente são os irmãos mais fofos e protetores de todo o reino literário. Por terem um pai tão frio e distante após a morte da mãe, os sete se tornam muito unidos, e graças a esta união com seis homens Sorcha não é a dama que a sociedade espera que ela seja, e para solucionar este problema seu pai se casa novamente, e é aí que entra em cena a típica madrasta má de conto de fadas, incumbida de tornar nossa mocinha uma verdadeira lady.
Com a vida cada vez mais difícil, os sete irmãos se juntam para fazer um ritual e pedirem ajuda aos Seres da Floresta, porém, algo acontece neste ritual e todos os meninos ficam petrificados, Sorcha, é claro, se apavora e foge o mais rápido possível. Durante sua fuga a Dama da Floresta aparece para ela e diz que seus irmãos foram transformados em cisnes e que ela foi poupada para poder salva-los, mas que para isso terá que fazer sozinha, seis camisas, uma para cada irmão, ela deverá confeccionar TODAS as partes da camisa desde o fio do tecido que deverá ser feito do pior tipo de planta, que machuca, corta os dedos e deformam as mãos, e para manter tudo isso em segredo Sorcha ficará muda.


O livro nos faz mergulhar na jornada de quebra de maldição e no consciente de Sorcha, afinal por muitos capítulos as únicas coisas que ouvimos são os pensamentos dela, mas não pensem que isso torna o livro chato, pois é justamente este fato que o torna tão fascinante.
Filha da Floresta é o primeiro livro da Trilogia Sevenwaters, publicado pela Editora Butterfly, os demais também já foram publicados aqui e são Filho das Sombras e Filha da Profecia, respectivamente.

16 novembro 2016

[Crítica] Animais Fantásticos & Onde Habitam


Sinopse: O excêntrico magizoologista Newt Scamander (Eddie Redmayne) chega à cidade de Nova York levando com muito zelo sua preciosa maleta, um objeto mágico onde ele carrega fantásticos animais do mundo da magia que coletou durante as suas viagens. Em meio a comunidade bruxa norte-americana, que teme muito mais a exposição aos trouxas do que os ingleses, Newt precisará usar todas suas habilidades e conhecimentos para capturar uma variedade de criaturas que acabam fugindo.

O que eu achei: Eu acho que "êxtase" é a palavra que define os meus sentimentos quando os créditos começaram. "Satisfação" é outra que consegue colocar muito bem a minha colocação em relação a nova história. 

Admito que não estava criando qualquer expectativa pelo enredo, ou pela história, porque não queria deixar de me surpreender com essa nova empreitada e por outros motivos (que foram anulados depois de 10 minutos de filme). Acho que J. K. Rowling como roteirista resultou neste "boom" que é o começo do enredo de Newt Scamander, que ao mesmo tempo que nos apresenta um novo personagem, ela já vai começando a tecer uma trama muito maior. 

E como conseguiram enganar a maioria dos fãs! Sério, isso ainda me deixa surpreso, porque até então muitos se perguntavam sobre o que o filme falaria exatamente, o que ele seria: Uma aventura, uma comédia única, o começo de um novo capítulo? Isso e muito mais. Você já começa com um sentimento alarmante, vendo as dificuldades que o mundo bruxo está passando e o desejo de Grindelwald para causar o caos. Os acontecimentos no mundo mágico norte-americano causados pelas confusões que Newt cai só contribuem para um enredo maior, muito bem explicado e bem corrido em 2h de filme (Um ponto ótimo para quem veio do universo de Harry Potter e dá uma chance para outras pessoas que não conheciam o Mundo Bruxo). 

Os papéis dos personagens não poderiam ter sido colocados em mãos melhores do que o elenco escalado (Isso não inclui o Johnny Depp, mas explicarei mais a frente). Pra mim, o maior destaque vai para Ezra Miller, que interpreta um dos filhos adotivos de Mary Lou Barebone, a líder dos Segundos Salemerianos, que quer acabar com a atividade bruxa na América do Norte. O personagem dele é um grande pivô para toda a história e revelações futuras. E não posso deixar de comentar sobre Eddie Redmayne que é impecável e consegue cumprir todos os momentos de tensão, comédia e drama. O personagem Newt é fantástico e não poderiam pensar melhor forma de construí-lo. 

Aproveitando sobre personagens... A grande polêmica de Depp. Deixando os fatos da vida real do lado de fora (e que mesmo assim há controvérsias, segundo o que pesquisei, sobre o caso dele), eu somente acompanhei o ator nos seus papéis mais notáveis e que está na boca do povo. Ele aparece, sim, no filme por questão de minutos, mas tudo tem uma grande mudança a partir dali. Você começa a sentir o rumo dos próximos filmes. Então... Se posso avaliar a atuação dele? Não creio que isto seja possível pra mim, não acho justo, mas posso afirmar que Grindelwald foi feito para Johnny. Toda a expressão corporal e as poucas falas foram bem característica de um bruxo das trevas. Vou parar por aqui, porque né... Vamos deixar a surpresa para os olhos de vocês. 

O que eu poderia falar mais? Acho que nada, porque de resto tudo cumpre com o papel que o enredo pede. Os cenários, figurinos, efeitos especiais... Não poderíamos esperar menos do que foi desenvolvido há quase quatro anos atrás. 

Se você deve conferir nos cinemas? Se você é um potterhead... Nem preciso abrir a boca. Se você ficou perdido com o universo de Harry Potter, ou não gostou, admito que deveria dar mais uma chance, em vista que é uma história original que não tem, de fato, nos livros.