27 setembro 2016

[Crítica] O Bebê de Bridget Jones


Sinopse:
Depois de tantas idas e vindas, Bridget Jones (Renée Zellweger) e Mark (Colin Firth) finalmente se casam. Não demora muito, entretanto, para que a vida pregue mais uma peça neles e eles acabam se separando. Em crise no tabalho, tentando manter uma boa relação com o ex e engatando um novo romance (Patrick Dempsey), Bridget tem uma surpreendente revelação: está grávida - e não tem certeza de quem é o pai da criança.
O que eu achei:

O filme começa com Bridget solteira e comemorando seu 43° aniversário completamente sozinha pois suas amigas ou já estão casadas e cuidando de filhos e marido ou as mais novas tem como concepção de diversão coisas muito ousadas até para Bridget, então sua única opção é ficar em seu apartamento e comemorar sozinha com um cupcake.Com isso ela decide que dali pra frente não será mais uma solteirona e decide se jogar na vida na companhia de sua amiga Miranda, mas é claro que essa ideia não dá nada certo.
As duas vão a um festival de música, rodeado por jovens e com um grande camping do lado onde vão passar a noite, ao chegar Bridget já se destaca por suas roupas, ela usa pano demais em um lugar onde todos estão com microshorts, e saltos agulha onde todos estão de tênis, a combinação não funciona e ela acaba atolada na lama, e lá somos apresentados ao bonitão Jack, que é um perfeito cavalheiro ao ajuda-la. O grande destaque desse take do Festival é o fato de Miranda e Bridget encontrarem com nada mais, nada menos que Ed Sheeran e como uma boa quarentona que é, ela não faz ideia de quem seja, a cena é hilária e rende boas gargalhadas.
Ao voltar do festival Bridget se sente renovada, tanto pela energia do local quanto pela noite incrível que teve com Jack, ela só não contava que um fantasma do passado voltaria a persegui-la e que não teria forças para resistir, sim esse fantasma se chama Sr.Darcy.E é aí que a confusão começa, pois, um tempo depois ela descobre que está grávida e como usou camisinhas de uma caixa que carregava a anos, não tem noção de quem é o pai de seu bebê.
Jack, bilionário dono de um site que promete encontrar seu amor verdadeiro através de algoritmos matemáticos, acredita que tem 95% de chance de dar certo com ela e ser o pai de seu bebê, enquanto Mark Darcy, com seu lado sisudo tenta mostrar que apesar dos erros do passado o destino quer que ele e Bridget fiquem juntos, e ela no meio disso tudo fica mais confusa e atrapalhada do que nunca.
Os pais de Bridget não ganham destaque como nos outros filmes, mas as cenas em que eles tem que lidar com o fato da filha não saber quem é o pai do neto, faz juz as suas aparições no filme. Um destaque especial é a médica muito louca que cuida dela, e ainda tem que lidar com a louca competição entre os pais que insistem em estar presentes em cada momento, enlouquecendo qualquer um, e a médica que por si só já não é muito sã, piora nesta situação incomum.
Este terceiro filme da franquia mesmo depois de 10 anos segue bem a linha de continuidade dos outros filmes, quem viu Bridget novinha conhece a Bridget de 43 anos, o que me surpreendeu já que esperava uma personagem bem diferente da que já conhecia, o roteiro do filme é completamente divertido e promete agradar a absolutamente todos os públicos, apesar da previsibilidade o filme prende até a ultima cena e como não poderia ser diferente se tratando de Bridget Jones, deixa um imenso desejo por mais logo que as letras começam a subir na tela.
 Trailer:

26 setembro 2016

[Cartas de Amor] Discurso fúnebre de Augustus para Hazel Grace

Lembro- me como se fosse hoje a sensação de ler a despedida de August para Hazel, obviamente chorei muito, mas nada se compara o quanto chorei ao assistir na telona. 
Enfim vou deixar esta carta linda para vocês!

"Van Houten,
Sou uma pessoa boa, mas um escritor de merda. Você é uma pessoa de merda, mas um bom escritor. Nós formaríamos uma bela equipe. Não quero lhe pedir nenhum favor, mas, se tiver tempo — e pelo que vi, você tem tempo de sobra —, fiquei me perguntando se poderia escrever um elogio fúnebre para a Hazel. Tenho algumas anotações e tudo mais, mas se você pudesse transformá-las num texto completo e coerente, e tal… Ou então só me dizer o que eu deveria escrever de forma diferente. O bom da Hazel é o seguinte: quase todo mundo é obcecado por deixar uma marca no mundo. Transmitir um legado. Sobreviver à morte. Todos queremos ser lembrados. Eu também. É isso o que me incomoda mais, ser mais uma vítima esquecida na guerra milenar e inglória contra a doença. Eu quero deixar uma marca.
Mas, Van Houten: as marcas que os seres humanos deixam são, com frequência, cicatrizes. Você constrói um shopping center medonho ou dá um golpe de Estado ou tenta se tornar um astro do rock e pensa: ‚Eles vão se lembrar de mim agora‛, mas: (a) eles não se lembram de você, e (b) tudo o que você deixa para trás são mais cicatrizes. Seu golpe de Estado se transforma numa ditadura. Seu shopping center acaba dando prejuízo.
(Tá, talvez eu não seja um escritor tão de merda assim. Mas não consigo organizar minhas ideias, Van Houten. Meus pensamentos são estrelas que eu não consigo arrumar em constelações.)
Nós somos como um bando de cães mijando em hidrantes. Nós envenenamos as águas subterrâneas com nosso mijo tóxico, marcando tudo como “meu" numa tentativa ridícula de sobreviver à morte. Eu não consigo parar de mijar em hidrantes. Sei que é tolice e inútil — epicamente inútil em meu estado atual —, mas sou um animal como qualquer outro.
A Hazel é diferente. Ela anda suavemente, meu velho. Ela anda suavemente sobre a Terra. A Hazel sabe qual é a verdade: é tão provável que nós consigamos ferir o universo quanto é provável que nós o ajudemos, e é improvável que façamos qualquer uma dessas duas coisas.
As pessoas vão dizer que é triste o fato de ela deixar uma cicatriz menor, que menos pessoas se lembrem dela, que ela tenha sido muito amada mas não por muita gente. Mas isso não é triste, Van Houten. É triunfante. É heroico. Não é esse o verdadeiro heroísmo? Como dizem os médicos: em primeiro lugar, não cause dano ou mal a alguém.
Os verdadeiros heróis, no fim das contas, não são as pessoas que realizam certas coisas; os verdadeiros heróis são as que REPARAM nas coisas. O cara que inventou a vacina contra varíola não inventou nada, na verdade. Ele só reparou que as pessoas que tinham varíola bovina não pegavam varíola.
Depois que a minha tomografia acendeu como uma árvore de natal, eu entrei furtivamente na UTI e vi a Hazel quando ainda estava inconsciente. Entrei andando atrás de uma enfermeira de crachá e consegui me sentar ao lado da Hazel por, tipo, uns dez minutos antes de ser pego. Eu realmente achei que ela fosse morrer antes que eu pudesse lhe contar que também ia morrer. Foi brutal: o arengar mecanizado incessante da terapia intensiva. Havia uma água cancerosa escura pingando do peito dela. Os olhos fechados. Entubada. Mas a mão dela ainda era a mão dela, ainda quente, as unhas pintadas de um azul-escuro quase preto, e eu simplesmente segurei sua mão e tentei imaginar o mundo sem nós, e por mais ou menos um segundo fui uma pessoa boa o suficiente para torcer que ela morresse e nunca ficasse sabendo que eu também ia morrer. Mas aí eu quis mais tempo para que pudéssemos nos apaixonar. Creio que meu desejo foi realizado. Eu deixei a minha cicatriz.
Um enfermeiro chegou e me disse que eu precisava me retirar, que visitas não eram permitidas, e eu perguntei se ela estava melhorando. O cara disse: ‚Ela ainda está fazendo água.‛ Bênção do deserto, maldição do oceano.
O que mais? Ela é tão linda! Não me canso de olhar para ela. Não me preocupo se ela é mais inteligente que eu: sei que é. É engraçada sem nunca ser má. Eu a amo. Sou muito sortudo por amá-la, Van Houten. Não dá para escolher se você vai ou não vai se ferir neste mundo, meu velho, mas é possível escolher quem vai feri-lo. Eu aceito as minhas escolhas. Espero que a Hazel aceite as dela.”


Trecho do filme:

24 setembro 2016

[Resenha] Só por hoje e para sempre

Sinopse:
Entre abril e maio de 1993, Renato Russo passou vinte e nove dias internado numa clínica de reabilitação para dependentes químicos no Rio de Janeiro. Durante esse período, o músico seguiu com total dedicação os Doze Passos, programa criado pelos fundadores dos Alcoólicos Anônimos, que incluía um diário e outros exercícios de escrita. É este material inédito que vem à tona depois de mais de vinte anos em Só por hoje e para sempre, graças ao desejo de Renato de ter sua obra publicada postumamente. Entremeando as memórias do líder da Legião Urbana com passagens de autoanálise e um olhar esperançoso para o futuro, este relato oferece a seus fãs, além de valioso documento histórico, um contato íntimo com o artista e um exemplo decisivo de superação.

O que eu achei?
Se você  é  fã de Renato Russo e Legião Urbana e está em meio a algum tipo de sofrimento, definitivamente este não é o livro adequado para este momento, afinal lembre- se: o livro relata um dos piores momentos na vida de Renato.

O livro  é baseado em diários hospitalares, anotações e um diário que Renato Russo era orientado a escrever durante sua estadia nma clínica de reabilitação no RJ.
Foram exatos 29 dias internado para tratar de sua dependência química e alcoólica, se você pensou que estes 29 dias tem algo haver com a música Vinte e Nove, certamente acertou!

Ser fã de Renato Russo  e ler este livro foi um enorme desafio, pois encontrei dificuldades em separar minhas emoções e simplesmente ler e analisar o livro de uma forma crua. Eu me emocionei em tantas partes que perdi a noção.
Pois...  no início do livro podemos ver um Renato destruído psicologicamente, super imaturo e que não acredita num possível tratamento para si. Renato é diagnosticado com a maioria dos sintomas de alguém com auto estima baixa e autodegradação extrema. Através de relatos próprios do Renato sabemos que ele já teve muitas doenças ocasionados pelo total descaso com sua vida, logo pensei quantos e quantos anos Renato sofreu calado e se sufocou em meio a seus pensamentos.

Certamente o ídolo de uma geração ainda estava presente no corpo e na alma de Renato Russo, vivo e lutando dia após dia por sua vida num instituição. Ele acreditava estar tão solitário e vazio que se perdeu dentro de si, de seu ego e personalidade forte.  Perceber a sua luta diária em melhorar e ser melhor pensando em sua família, obviamente me fez crer que ele nunca mais voltaria a beber e se drogar. Renato ainda se mostra egocêntrico e tendencioso para nunca se achar bom o suficiente.

Enfim, é um livro que desconstrói um ídolo e sua forma de agir, você vai conhecer um Renato Russo alheio a toda e qualquer coisa. Leiam, pois é um livro para fãs e não fãs de Renato Russo.


22 setembro 2016

[Critica]Cegonhas , A historia que não te contaram


Sinopse:
Todo mundo já sabe de onde vêm os bebês: eles são trazidos pelas cegonhas. Mas agora você vai conhecer a mega estrutura por trás desta fábrica de bebês: na verdade, as cegonhas controlam um grande empreendimento que enfrenta muitas dificuldades para coordenar todas as entregas nos horários e locais certos.

O que eu achei?
Cegonhas entregando bebes?
Como assim eles não fazem mais isso? Essa foi a minha primeira pergunta quando comecei a assistir o filme. Poxa, se as cegonha não entregam bebes mais, como que eles vem parar nas nossas casas? Risos.
Bom, aparentemente descobrimos logo de inicio no filme, que agora elas fazem entregas de produtos comprados na internet, ‘’A loja da esquina.com’’. Junior, nossa estrela em entregas para a ‘’A Loja da esquina.com’’, 1.000.000 entregas realizadas com sucesso. Acho que já podemos presumir que uma carreia de sucesso o aguarda não é verdade?

O chefe vai ser promovido, o que abre a posição de gerente. Mas com grande poder, há grandes responsabilidades não é queridos leitores. A única coisa no caminho de Junior, rumo ‘’CHEFE’’, (vocês saberão o efeito que essa palavra tem, quado assistirem ao filme), é a Órfã Tulipa. Uma humana que vive desde sua infância, desde quando a cegonhas ainda entregavam bebês, na fabrica/A loja da esquina.com , pois um acidente impediu que ela fosse entregue aos seus pais com sucesso.
Hoje, no seu aniversário de 18 anos, Junior tem que demitir a Órfã Tulipa, pois de acordo com os gráficos, ela só traz lucros para a empresa quando ela esta doente, ou não está por la para atrapalhar ou causar qualquer estrago. E falo sério quando digo estragos..
Mas é meio difícil demitir alguém não é mesmo...Até a gente parar de ser amigo de alguém é complicado.

No decorrer da história vamos sendo levados por uma história repleta de humor, desde uma alcateia em formação de submarino, ponte e barco, até um grupo de pinguins que irão levar o fruto do erro de Tulipa para morar com eles.
O filme nos traz uma mensagem muito importante sobre família, que nunca iremos nos sentir completos se não tivermos a nossa por perto, independente de quão bem nós nos sentimos no meio de amigos.

E no meio de tudo isso temos a família Jardim, sim, isso mesmo, família jardim hehe..
Pais ocupados, que nunca tem tempo de brincar com seu filho, e que sempre arranjam uma desculpa para suas falhas. Reflete muito a sociedade em que vivemos, onde cada vez mais os pais passagem menos e menos tempo de qualidade com seus filhos. Isso que acaba motivando o pequeno filhos da família Jardim, a escrever uma carta para as cegonhas, afinal ele quer um irmão. E que no final, será uma desculpa para que ele possa se reconectar com seus pais distantes.

Claro que os vilões dar o ar da graça na animação. Não importa o quão pequeno você seja, potencial e a maldade para ser vilão não depende disso. Tamanho não é documento, minha vó já dizia. ‘’Eu já falei da minha namorada?’’ , vocês irão rir dessa cena, afinal quem é que não quer se enturmar com o popular do trabalho ...

Todo o enredo é fácil de compreender, e as aventuras que Junior e a Órfã tulipa passam para afinal conseguir fazer a entrega do ‘’pacote’’, como Junior insiste em chamar a pequena bebe. E já logo aviso, não tirem conclusões precipitadas logo de inicio, pois muitas coisas mudam de figura no passar da trama, e vocês com certeza irão ser pegos de surpresa ao terem uma revelação no segunda metade do filme.
Levem as crianças, levem a família, a diversão vai ser garantidas, e boas risadas irão contagiar e alegrar seu dia, com certeza .

=D
Trailer:

21 setembro 2016

[New] Rainha de Katwe - Filme e Livro

Poster do Filme 
Dia 23 de Setembro será lançado nos Estados Unidos, pela Walt Disney Pictures e Motion Pictures , o filme “Rainha de Katwe”, adaptação do livro de mesmo nome, escrito por Tim Crothers, que conta com a atuação da vencedora do Oscar, Lupita Nyong'o.
O filme, dirigido por Mira Nair e com roteiro de William Wheeler, retrata a vida de Phiona Mutesi (interpretada pela iniciante Madina Nalwanga), uma prodígio jogadora de xadrez analfabeta que vive em uma favela em Uganda, que tornou-se a vencedora da Olimpíada Mundial de Xadrez, tendo seu interesse pelo jogo despertado por um missionário chamado Robert Katende (interpretado por David Oyelowo), que ensinava o jogo às crianças locais.

Em entrevista, Lupita, que interpreta a mãe de Phiona, disse: “Quando li pela primeira vez “A Rainha de Katwe”, eu tive que parar na página 11, porque eu simplesmente desmontei e chorei. Fiquei tão inspirada.”

Tim Crothes é um jornalista norte-americano, que escreveu um longo perfil de Phiona Mutesi no site da ESPN, chamando a atenção de todos “Phiona Mutese é o expoente dos que nunca são favoritos.” disse ele. O artigo tornou-se algo ainda maior, um livro, chamado The Queen of Katwe: A Story of Lfe, Chess, and One Extraordinary Girl's Dream of Becoming Grandmaster.

Capa do Livro 
Agora outra boa notícia é que a editora HarperCollins comprou os direitos de publicação no Brasil do livro que inspirou o filme, e o lançamento do livro (ao que me parece) será junto da estreia do filme aqui, em terras tupiniquins (cuja data não fui capaz de encontrar).
Então, agora é só preparar o psicológico e o emocional para uma emocionante história de luta, superação e busca pelos seus sonhos e uma vida melhor.

Assista Aqui o Trailer Legendado
Faixa oficial da trilha sonora: Alicia Keys - Back To Life


20 setembro 2016

[Lançamentos] Editora Arqueiro e Sextante - Setembro



Hora de fazer crescer a nossa Wishlist do mês de setembro, confiram agora os lançamentos das Editoras Arqueiro e Sextante.

Título:O FEITICEIRO DE TERRAMAR
Autor:Ursula K. Le Guin
Lançamento:01/09
Sinopse:Há quem diga que o feiticeiro mais poderoso de todos os tempos é um homem chamado Gavião. Este livro narra as aventuras de Ged, o menino que um dia se tornará essa lenda.
Ainda pequeno, o pastor órfão de mãe descobriu seus poderes e foi para uma escola de magos. Porém, deslumbrado com tudo o que a magia podia lhe proporcionar, Ged foi logo dominado pelo orgulho e a impaciência e, sem querer, libertou um grande mal, um monstro assustador que o levou a uma cruzada mortal pelos mares solitários.
Publicado originalmente em 1968, O feiticeiro de Terramar se tornou um clássico da literatura de fantasia. Ged é um predecessor em magia e rebeldia de Harry Potter. E Ursula K. Le Guin é uma referência para escritores do gênero como Patrick Rothfuss, Joe Abercrombie e Neil Gaiman.
Título:À SUA ESPERA
Autor:Abbi Glines
Lançamento:10/09

Sinopse:Mase sempre preferiu a vida simples em seu rancho no Texas à agitação do mundo do pai em Rosemary Beach. Na verdade, ele quase nunca visita o famoso astro do rock e Nan, sua meia-irmã mimada e egoísta. Mas tudo muda quando conhece uma das empregadas da casa, uma garota linda que, sem saber da presença dele, o desperta com seu canto desafinado.
Depois de anos sendo maltratada pela família e pelos colegas por causa de um distúrbio de aprendizagem, Reese conquistou sua liberdade e mora sozinha trabalhando como diarista para as famílias ricas da cidade. No entanto, seu sustento fica ameaçado quando ela causa um acidente na casa de Nan Dillon.
Ao ser salva por Mase, um rapaz atencioso e com charme de caubói, Reese fica surpresa pelo gesto dele e, depois, apavorada quando ele demonstra interesse nela. Nunca na vida Reese conheceu um homem em quem pudesse confiar. Será que Mase pode ser diferente?
Nessa ardente paixão que nasce entre a doce e batalhadora Reese e o centrado e sexy Mase, Abbi Glines mais uma vez mescla tristezas da vida real com amores de contos de fada e nos faz suspirar até a última página.
Título:O MEDO MAIS PROFUNDO
Autor:Harlan Coben
Lançamento:12/09

Sinopse:Na época da faculdade, Myron Bolitar teve seu primeiro relacionamento sério, que terminou de forma dolorosa quando a namorada o trocou por seu maior adversário no basquete. Por isso, a última pessoa no mundo que Myron deseja rever é Emily Downing.
Assim, ele tem uma grande surpresa quando, anos depois, ela aparece suplicando ajuda. Seu filho de 13 anos, Jeremy, está morrendo e precisa de um transplante de medula óssea – de um doador que sumiu sem deixar vestígios. E a revelação seguinte é ainda mais impactante: Myron é o pai do garoto.
Aturdido com a notícia, Myron dá início a uma busca pelo doador. Encontrá-lo, contudo, significa desvendar um mistério sombrio que envolve uma família inescrupulosa, uma série de sequestros e um jornalista em desgraça.
Nesse jogo de verdades dolorosas, Myron terá que descobrir uma forma de não perder o filho com quem sequer teve a chance de conviver.
Título:UM PORTO SEGURO
Autor:Nicholas Sparks
Lançamento:12/09

Sinopse:Southport pode ser um bom lugar para recomeçar. Esse foi o pensamento de Katie quando ela chegou à pequena cidade da Carolina do Norte. Linda e reservada, a moça estava decidida a não criar laços com ninguém. Ou, pelo menos, essa era a intenção até conhecer Jo, sua vizinha extrovertida e brincalhona, e Alex Wheatley, o simpático dono do armazém, pai de duas crianças adoráveis.
Apesar de relutante, Katie aos poucos firma raízes na comunidade e, depois de conhecer melhor a família e o bom coração de Alex, começa a abrir espaço em sua vida para o amor. No entanto, esse novo relacionamento faz com que ela se veja diante de antigos medos que pretendia deixar no passado.
Confrontada pelos próprios fantasmas, Katie precisa decidir entre ceder a eles ou enfrentá-los. E, no momento mais difícil, ela descobrirá que o amor é o único porto seguro.
Título:O GUARDIÃO
Autor:Nicholas Sparks
Lançamento:12/09

Sinopse:Aos 25 anos, a doce Julie Barenson perdeu seu grande amor para uma doença impiedosa. Porém, ao partir, o marido lhe deixou dois presentes inesperados: um filhote de cão dinamarquês chamado Singer e a promessa de que cuidaria dela para sempre, onde quer que estivesse.
Quatro anos depois, Julie enfim está pronta para tentar amar de novo e se vê dividida entre Richard Franklin, um belo e sofisticado engenheiro que a trata como uma rainha, e Mike Harris, um mecânico gentil que – junto com Singer – tem sido seu melhor amigo desde que ficou sozinha. Ela tem que tomar uma decisão. Só não pode imaginar que, em vez de lhe trazer felicidade, essa escolha transformará sua vida num pesadelo causado por um ciúme tão doentio que está a um passo de se tornar criminoso.
Título:DEZ FORMAS DE FAZER UM CORAÇÃO SE DERRETER
Autor:Sarah MacLean
Lançamento:12/09

Sinopse:Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família.
Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou.
Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade.
Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.
Título:30 DIAS PARA MUDAR - WHOLE30
Autor:Melissa Hartwig e Dallas Hartwig
Lançamento:01/09

Sinopse:30 dias para mudar apresenta o badalado programa Whole30, de Melissa Hartwig e Dallas Hartwig, que já ajudou centenas de milhares de pessoas a transformar de vez a relação com a comida. Sua abordagem leva a uma perda de peso sem grandes sacrifícios, além de melhorar significativamente a qualidade do sono, os níveis de energia, o humor e a autoestima.
A partir de um plano de apenas cinco passos, você vai eliminar todos os alimentos que possam estar lhe fazendo mal – como grãos, açúcares, laticínios e leguminosas –, ver como se sente e depois reintroduzir os grupos alimentares pouco a pouco, escolhendo com consciência o que quer ou não manter de acordo com os seus sintomas.
Com esse conhecimento, você será capaz de erradicar hábitos pouco saudáveis, reduzir compulsões alimentares e a gula relacionada ao estresse, melhorar a digestão e fortalecer o sistema imunológico. E fará tudo isso sem passar fome, sem contar calorias e sem precisar se pesar.
Para ajudar no processo, os autores relatam histórias reais de pessoas que aderiram ao programa e tiveram sucesso, abordam as principais dificuldades enfrentadas pelos participantes, sugerem uma lista de compras apenas com os itens permitidos e ensinam como agir quando você come fora de casa e como adaptar o programa para crianças, gestantes e vegetarianos.
O livro ainda apresenta um cardápio completo para uma semana e um superbônus: mais de 100 receitas práticas e deliciosas com comida de verdade, desenvolvidas para saciar o apetite e estimular o paladar. Elas vão desde as preparações mais básicas, como molhos e acompanhamentos, passando por refeições práticas feitas em apenas uma panela, até chegar a drinques e menus completos para ocasiões especiais, como festas de fim de ano.
Título:DIÁRIO DE UM ZUMBI DO MINECRAFT #8 DE VOLTA À ESCOLA MONSTRO
Autor: Zack Zombie
Lançamento:01/09

Sinopse:O zumbi chegou ao oitavo ano... e à adolescência. E agora?
Assim como os humanos, zumbis também sofrem durante a adolescência. A voz muda, uma perna fica 10 centímetros maior do que a outra, os primeiros mofos começam a crescer no rosto... O quê? Isso nunca aconteceu com você?
A boa notícia é que você pode sempre contar com os amigos durante essa fase difícil. E o zumbi precisará de toda a ajuda possível de Esquely, Slimey, Creepy, Sally e do humano Steve, porque o oitavo ano da Escola Monstro acabou de começar.
Além de ter que sobreviver a um concurso de soletrar e ao temível professor Matsumoto, nosso zumbi preferido terá um desafio muito especial: se conseguir tirar nota 7 em todas as matérias, vai ganhar um video game novinho em folha!
Só tem um detalhe: como o zumbi vai conseguir tirar uma nota boa na aula intermediária de susto com aquela carinha inofensiva dele?
NESTE VOLUME: O ZUMBI VAI FICAR MONSTRUOSO!
Título:MUITO AMOR, POR FAVOR
Autor:Arthur Aguiar, Frederico Elboni,Ique Carvalho e Matheus Rocha
Lançamento:02/09

Sinopse:Este livro reúne textos que mostram o amor do ponto de vista de quatrojovens que escrevem sobre relacionamentos legítimos e atuais, que souberam se reinventar. Sem medo de expressar seus sentimentos, deixam para trás estereótipos já obsoletos – como o controlador machista ou o piegas choroso – e falam sobre viver a dois e sobre a natureza das relações em todos os seus aspectos.
Assim, cada autor reflete sobre o amor representado por um elemento: Arthur Aguiar escreve que “O amor é água”, dizendo que ele é fluido, mas por vezes gelado; ora tempestade, ora profundo. Fred Elboni explica que
“O amor é ar”, mostrando a leveza de se amar sem sofrer, da brisa que envolve os apaixonados, mas que por vezes torna-se furacão. Ique Carvalho se debruça sobre quando “O amor é fogo”, que arde, aquece a alma, mas que também pode incendiar até doer. E Matheus Rocha conta que “O amor é terra”, estável, tranquilo, mas que não escapa dos terremotos da vida, que tiram tudo do lugar para que a rotina não o extermine.
Um livro apaixonante, para quem ama e para quem quer amar um dia... e sempre.
Título:A MAIOR DE TODAS AS MÁGICAS
Autor:James R. Doty
Lançamento:12/09

Sinopse:Jim teve uma infância difícil. Cresceu com o pai alcoólatra e a mãe depressiva numa pequena cidade da Califórnia. Para ele, a vida se resumia a uma sucessão de dias tristes, violentos e sem esperança.
Mas tudo mudou ao completar 12 anos, quando entrou numa loja de artigos de magia e conheceu a misteriosa Ruth. Enxergando todo o sofrimento do menino, a generosa senhora resolveu ajudar e prometeu ensinar a ele a maior de todas as mágicas. Ao longo de seis semanas, Ruth guiou Jim por diversas técnicas de meditação, ensinando-o a relaxar o corpo, esvaziar a mente e abrir o coração – os passos necessários para qualquer pessoa aprender a lidar com a dor e com as próprias emoções.
Os anos se passaram, Jim incorporou as práticas e se tornou o Dr. James Doty, neurocirurgião proeminente e empresário de sucesso. Mas esqueceu de manter o coração aberto, o que gerou terríveis consequências.
Nesta emocionante história real, Dr. Doty mostra o poder que a compaixão tem de transformar vidas e a força que cada um de nós possui para transformar o mundo.
Título:SE MEU CACHORRO FALASSE
Autor:Cynthia Copeland
Lançamento:19/09
Sinopse:Menos preocupação, mais alegria. Os cachorros nos ensinam a receber cada manhã com entusiasmo e otimismo, a amar de forma incondicional, a perdoar com facilidade e a saber quando fugir e quando descansar. Verdadeiros filósofos de quatro patas, eles nos mostram que cada dia é uma dádiva — e que cada refeição é a melhor de todas!
Título:A CORAGEM DE SER IMPERFEITO
Autor:Brené Brown
Lançamento:19/09
Sinopse:Quando fugimos de emoções como medo, mágoa e decepção, também nos fechamos para o amor, a aceitação e a criatividade. Por isso, as pessoas que se defendem a todo custo do erro e do fracasso acabam se frustrando e se distanciando das experiências marcantes que dão significado à vida.
Por outro lado, as que se expõem e se abrem para coisas novas são mais autênticas e realizadas, ainda que se tornem alvo de críticas e de inveja. É preciso lidar com os dois lados da moeda para se ter uma vida plena. Em sua pesquisa pioneira sobre vulnerabilidade, Brené Brown concluiu que fazemos uso de um verdadeiro arsenal contra a vergonha de nos expor e a sensação de não sermos bons o bastante, e que existem estratégias eficazes para serem usadas nesse “desarmamento”.
Título:EMPREENDEDORES INTELIGENTES ENRIQUECEM MAIS
Autor:Gustavo Cerbasi
Lançamento:20/09
Sinopse:Em épocas de crise econômica e desemprego em alta, cresce o número de pessoas que resolvem abrir a própria empresa. Em geral, esseempreendedores concentram todos os esforços no desenvolvimento de produtos ou serviços, sem se preocupar muito com um plano de negócios ou a parte financeira.
Duas situações costumam acontecer: ou o empreendedor ainda não tem condições de contratar especialistas para cuidar dos números e tenta gerenciá-los com seus conhecimentos básicos, ou então delega a tarefa e não quer mais saber do assunto. Em ambos os casos, ele fica “no escuro”, pois abre mão de uma parte importante da gestão.
Este livro reúne o conhecimento de que todo mundo precisa para entender as finanças do próprio negócio. Gustavo Cerbasi explica, em uma linguagem simples, os principais conceitos e termos técnicos dessa área, oferece dicas para assumir o controle financeiro e estratégias para o crescimento sustentável.
Título:101 CANÇÕES QUE TOCARAM O BRASIL
Autor:Nelson Motta
Lançamento:30/09
Sinopse:Seguindo a linha dos livros da Coleção 101, Nelson Motta contará a história de 101 canções que, na sua concepção, foram o que de melhor produziu a Música Popular Brasileira.
Imagine-se numa mesa de bar, com seus amigos e amigas, a ouvir Nelsinho Motta contar, com a riqueza de detalhes que só um dos maiores entendidos no assunto, a história íntima e surpreendente das maiores obras-primas da MPB.
Entre as músicas escolhidas estão obras de Noel Rosa, Pixinguinha, Cartola, Ary Barroso, Dorival Caymmi, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Johnny Alf, Roberto Carlos, Paulinho da Viola... E tem Rita Lee, Lulu Santos, Legião Urbana, Tim Maia, Raul Seixas, e tantas outras.

Não deixa de me contar aí nos comentários quais livros vocês estão mais ansiosos para ter na estante! ;)

19 setembro 2016

[Crítica] Quando as Luzes se Apagam

Sinopse:
Desde que era pequena, Rebecca tinha uma porção de medos, especialmente quando as luzes se apagavam. Ela acreditava ser perseguida pela figura de uma mulher e anos mais tarde seu irmão mais novo começa a sofrer do mesmo problema. Juntos eles descobrem que a aparição está ligada à mãe deles, Rebecca começa a investigar o caso e chega perto de conhecer a terrível verdade.

O que eu achei?

O filme conta a história de Rebecca e sua família, logo no início do longa temos cenas eletrizantes e assustadoras com pitadas de clássicos do terror. As cenas iniciais mexem com um dos nossos primeiros medos: medo de escuro, e tudo acontece quando as luzes estão apagadas, é aterrorizante e agoniante esperar para ver o tal "ser do outro mundo". Logo no início do filme um empresário é morto pela entidade.

Após a morte do empresário, somos apresentados a sua enteada Rebecca, uma mulher que vive sozinha e sem expectativas de vida, não namora, mas mantém um parceiro fixo a 8 meses e com o decorrer do filme percebemos o motivo de tal atitude.
Como se fosse em um tempo paralelo a história de Rebecca somos apresentados ao irmão de Rebecca: Martin, em uma cena capaz de nos causar arrepios, podemos ver que sua mãe fala com "algo ou alguém" e quando o menino volta para seu quarto é aterrorizado por barulhos na sua maçaneta.
Tudo vai normal na vida de Rebecca até que ela recebe uma ligação do colégio de Martin, informando que o menino dorme em aula alguns dias e sempre parece cansado; decidida a descobrir o que ocorre rebecca vai até a casa de sua mãe e descobre que ela deixou de tomar sua medicação e assim decide levar Martin para passar algumas noites na sua casa. Mas o que Rebecca não contava é que a entidade o acompanhou e após o relato dele sobre uma tal de Diana, ela lembra que teve o mesmo problema mais ou menos na mesma idade que Martin e quando as luzes se apagam Diana decide aparecer para amedrontar Rebecca também quando as luzes se apagam.

A partir desta noite a vida de Rebecca e Martin se transformam num verdadeiro inferno com descobertas sobre Diana e sua amizade com sua mãe. Quando as luzes se apagam é um filme para fãs de terror com muitos sustos e que mexem com seu imaginário, com um final totalmente diferente de minhas expectativas. Se você quer um filme aterrorizador com cenas tensas, este é o filme!

Trailer:



18 setembro 2016

[Resenha] Quando o amor bater à sua porta

Sinopse:
Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu. Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso. Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade. O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja. Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer. A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.

O que eu achei?
O livro conta a historia de Malu Rocha, escritora e conhecida por escrever os mais belos romances. A vida ia bem, era reconhecida, competente, cuida de seu corpo, trata de sua mente... até que durante uma entrevista é questionada sobre o que é o amor, sem saber como responder, Malu sente- de acuada......

Um belo dia aparece em sua porta um homem desmemoriado que não lembra de nada, mas por um acaso do destino encontrou um bilhete, onde teve ou teria uma reunião agendada com Malu Rocha e de seu nome Luiz Otávio. Então Malu decide ajudar Luiz de alguma forma, pesquisando ela mesma e pedindo sua assessora Rebeca para ajudá-la no possível. Mas Rebeca é muito desorganizada, mesmo em suas peculiaridades e destreza em mídias sociais e em divulgar Malu, mas certamente ela não é organizada, graças a seu desleixo, não tem nada salvo nem arquivos de e-mail que levem alguma resposta que possa solucionar quem é Luiz Otávio. 
Temos a força de Malu Rocha, uma mulher forte e segura do que quer para si, totalmente metódica, que cumpre suas tarefas diárias: pedalar, ter uma alimentação saudável, visitar o avô num asilo, ir no aeroporto(depois descobri o motivo disso rs) e escrever; em contrapartida temo Luiz Otávio, um homem sem memórias, sem vida, sem "eira nem beira", ainda assim surgirá um algo a mais entre eles.

Sem conseguir solucionar o caso de Luiz Otávio, Malu descobre que ele tem passado por dificuldades e convida- o para trabalhar em sua casa, em troca de comida, trabalho e algum dinheiro para que ele possa voltar para SP, lugar que ele supõe morar. Aos poucos Luiz vai se adentrando na vida de Malu rocha.
Em meio ao caos da vida de Luiz, Malu tem um prazo para entregar seu novo livro, decide escrever algo mais encorajador e que demonstrasse a força da mulher e assim ser diferente de todos finais de seus romances. A convivência com Luiz torna Malu numa mulher ainda mais forte e um belo dia encontra ele sem camisa e começa surgir algo há tempos adormecido em Malu, um desejo, uma vontade, um calor, que nem ela mesmo sabe de onde ter surgido. 

Ao enviar o final do livro para editora, Malu tem seu livro recusado, já que não faz parte dos romances habituais já escritos e são a fórmula do sucesso da escritora. Rebeca informa que Malu terá que ir a SP para gravar um programa de TV, e propõe que Luiz a acompanhe na viagem, já que ela não gosta de aviões e ira de carro. Numa bel noite onde Luiz e Malu conversavam, após mais um dia de tentativas de criar um novo final para seu livro, Luiz prepara um jantar para Malu e logo em seguida temos O BEIJO, sim em letras garrafais, pois foi um senhor beijo, mas que não passou disso, pois Malu se conteve e achou melhor encerrar a noite.
Malu tem seu final rejeitado uma 2ª vez e decide viajar no dia seguinte e se isolar do mundo, mas levando Luiz Otávio junto, já que descobriu que ele é dono de uma fazenda em SP. Ela propõe que ele faça suas investigações de sua vida, enquanto ela finaliza seu livro, e assim seguem rumo a um novo tempo. 
Durante o percurso tudo ocorre perfeitamente bem, até que quando avistam a fazenda eles sofrem um acidente e acabam tendo o carro "sugado" pela represa durante uma tempestade. Ambos saem ilesos, sem ferimentos graves, Malu terá pouquíssimo tempo parar finalizar seu livro e Luiz de se descobrir. Malu se encanta pelo local e sente- se inspirada a escrever e a não desistir de ser feliz. E um amor lindo e amadurecido amor surge entre eles. Onde não contarei muita coisa a partir daqui. 
Certamente a força da personagem e o amor que surge entre Malu e Luiz Otávio são os pontos fortes do livro. Certamente você vai se encantar com o livro e descobrir que o amor pode sim superar tudo. Samanta Holtz é uma escritora eficiente e que consegue nos fazer sentir todas dúvidas e os anseios da personagem, escreve com a solidez de quem sabe o que faz, nos traz uma narrativa detalhada e bem  minuciosa da história de Malu, enfim já estou ansiosa pelo próximo livro.



Espero que tenham gostado da resenha.
Deixe- nos um comentário.


17 setembro 2016

[News] Arlequina ganhará filme derivado de Esquadrão Suicida

Sem sobra de dúvida a personagem Arlequina é uma das personagens queridinhas de 2016 pelo público e o sucesso foi tanto que a Warner Bros. fechou um contrato com a atriz que dá vida à vilã Margot Robbie para dois outros projetos no futuro, sendo um deles o filme solo de Arlequina, segundo o The Hollywood Reporter.

Pensou que a notícia não poderia ficar melhor? Pois ela fica! O filme também contará com a presença de outras personagens femininas da DC, ainda não reveladas, é #GirlPower invadindo o mundo cinematográfico de vez.

16 setembro 2016

[Especial] Obituário - Domingos Montagner

Queridos leitores,
Os ossos do ofício me chamam uma vez mais, e venho com um enorme pesar ao escrever-lhes o texto que vem a seguir. Em minha opinião, para um escritor, repórter, colunista, se torna muito mais difícil escrever sobre alguém que já conhecemos ou vimos pessoalmente do que sobre algo que apenas temos conhecimento.

Acho que todos que chegaram a ler minha crítica sobre ‘’Um Namorado para minha mulher’’, o novo filme nacional que houve estreia na semana que se passou, ou até então, já assistiram algum capitulo da nove que se passa no horário nobre na TV globo, sabem ou já ouviram falar o nome de Domingos Montagner.

Ator, diretor artístico, empresário. Esse nome esteve presente em premiações como Premio Shell de melhor ator, Revelação masculina, Melhor ator de série ou minissérie, e nada menos que duas vezes como Melhor Ator. Sua carreira tomou um caminho de mais destaque com dois papeis que teve, em novelas do horário nobre.

Paulista, 54 anos. Nascido no bairro do Tatuapé, que por coincidência do destino, é o mesmo bairro no qual eu nasci. E atualmente atuando na novela que se passa no horário nobre da TV Globo, Domingos estava no auge de sua carreira, com um filme recém lançado, Ibope nas alturas com a novela..Muitos planos ainda vindo e propostas a serem aceitas e levadas em consideração.
Na tarde de ontem – 15 de Setembro, chego a dizer que foi um dia triste e cinzento. Domingos estava em Canindé de São Francisco, no estado do Sergipe, aonde gravava cenas da novela em que estava atuando, e na qual já se encontra em reta final. Sua parceira romântica da trama, também se encontrava, tanto quanto alguns outros atores da novela.

Logo após o almoço, Camila Pitanga e Domingos Montagner foram dar um passeio e se despedir do Rio São Francisco, pois logo o deixariam para trás. E um simples e inocente mergulho, foi o que deixou aquele dia marcado para todos nós. Camila e Domingos foram mergulhar em uma área que para eles era mais tranquila, e fora de seu conhecimento, que essa determinada área não era tão utilizada por banhistas. A correnteza estava forte, Camila ao alertar Domingos, concordaram em voltar para a margem, onde Camila chegou primeiro, e tentou por duas vezes segurar a mão de seu colega de trabalho inutilmente. A correnteza o acabou levando, e poucos instantes depois, já não se era possível ver Domingos na superfície do rio.

Domingos foi encontrado a 320 metros da margem do rio onde estava com camila, e a 18 metros de profundidade, já sem vida. Lagrimas já rolam pelo meu rosto quando escrevo isso, e relembro que a menos de 3 semanas atrás estava eu sentado com ele, em uma sala de conferencia, lhe fazendo perguntas sobre a construção de seu personagem e perspectivas sobre o personagem que fez.
15 de Setembro o céu ganhou uma estrela a mais. Domingos deixou para trás sua esposa Luciana e três filhos lindos. De onde ele estiver nos olhando agora, tenho plena certeza que quer que nos lembremos dele com o carinho que sempre tivemos, que nos lembremos de seus trabalhos, e o eternizemos em nossas memórias através de cada trabalho que realizou no cinema, na televisão ou no teatro. Para sempre estará na minha memória, o homem que me abracou e apertou minha mão me parabenizando pela minha entrevista.Um homem humilde, simples, e com um coração enorme.

Meus leitores que hoje estão aqui , se deparando com esse obituário extraordinário em nossa agenda, e que que não gostaríamos de te-lo feito, pois preferíamos ter Domingos ainda em nosso, mas que por um infortúnio do destino e eventos que nos fogem a capacidade de controlar, já não se encontra mais.
Caso tenham fotos, comentários, os deixem abaixo, serão muito bem vindos.



Desde já agradeço a atenção e  o tempo de todos para conosco.
Atenciosamente

Ian S. Von Schluter e toda a equipe do Reino Literário BR, expressam suas mais profundas condolências a família de Domingos, e os sentimentos a seus familiares, amigos e colegas de trabalho e a nós fãs de seu trabalho, por termos perdido um profissional excelente, um homem incrível, e ainda mais , um ser humano humilde e consciente.

13 setembro 2016

[Resenha] O Diabo Veste Prada

Sinopse:
O mundo da moda não é para iniciantes. Especialmente em Nova York. Para conquistar espaço - o mínimo que seja - é preciso muitas vezes experimentar o pão que o diabo amassou. Ou mesmo vender a alma ao dito-cujo. Mas será que vale a pena tanto sacrifício? Com conhecimento de causa, Lauren Weisberger lança a questão com charme e bom humor em seu romance de estréia, 'O Diabo Veste Prada', que revela, em detalhes, histórias de personagens facilmente identificáveis no mundinho fashion de Nova York.

O que eu achei?
Andrea Sachs (Andy) é uma jovem que acabou de se formar na faculdade de Jornalismo e busca ingressar no mercado de trabalho. Depois de enviar vários currículos e participar de entrevistas, ela consegue um emprego como a nova assistente de Miranda Priestly na revista Runway, que é a mais famosa e reconhecida de Moda, pois a assistente anterior havia sido promovida e a empresa precisava de outra. O cargo que Andrea consegue é descrito como muito importante, capaz de trazer uma experiência enriquecedora e vagas em grandes empresas no futuro, de acordo com o desejo do funcionário. Muitas garotas seriam capazes de matar para consegui-lo.

No entanto, moda não é bem o seu forte. Andy deseja trabalhar em áreas que envolvam a escrita, mas aceitou a vaga justamente por causa da importância que esta pode trazer para o seu currículo. Logo no início, ela descobre que o trabalho exigirá muito de si e que terá que se esforçar muito para continuar na empresa. Sente-se pressionada e, por causa disso, enfrenta vários problemas. O livro é narrado em primeira pessoa, de modo que os seus pensamentos, as suas sensações e a sua trajetória sejam bastante mostrados e possamos nos sentir como a personagem se sente.

“O Diabo Veste Prada” é uma história que busca trazer uma reflexão forte em relação ao trabalho e às pessoas que fazem parte desse cotidiano. Através dessa leitura, percebemos as reais consequências de atitudes tomadas ao longo da vida e da carreira. Foi feita uma adaptação cinematográfica no ano de 2006 com o mesmo nome, que recebeu inúmeras indicações, na qual Meryl Streep obteve o prêmio Globo de Ouro em Melhor Atriz. Além disso, a escritora do livro se inspirou em fatos reais vividos por ela mesma em uma empresa que trabalhou.

Se você ainda não leu o livro e/ou ainda não viu o filme, está perdendo uma história incrível!
Espero que tenham gostado da resenha.
Deixe- nos um comentário.